Auditoria Interna de Processos


A causa da evolução da Auditoria foi o desenvolvimento econômico dos países, gerando crescente complexidade na administração dos negócios. A velocidade e dinamismo das mudanças no mercado fizeram com que o auditor convencional emitisse, além do parecer sobre as demonstrações Contábeis-Financeiras, um relatório de sugestões sobre problemas operacionais – nascia aí a Auditoria de Processos.

O posicionamento da Auditoria Interna de Processos centra a sua atenção, não na Auditoria aos órgãos ou áreas da organização, mas às atividades e processos que estas executam.

Não se trata de uma atividade puramente de fiscalização, mas também de assessoria e auxiliar à promoção da melhoria.

Cursos Presenciais - Auditoria Interna

Tem como função principal avaliar o trabalho de gestão, que é o responsável pela melhoria contínua, apontando eventuais desvios e vulnerabilidade às quais a organização está sujeita.

Auditoria Interna de processo é:

  • Um mecanismo de verificação de conformidade entre a maneira como a organização está executando os seus processos de negócio, e os objetivos, metas, estratégias e procedimentos definidos.
  • Um trabalho sistemático realizado, para avaliar o grau de cumprimento da forma de execução dos processos em relação a padrões pré-estabelecidos e normas administrativas / sistêmicas, para assegurar que os controles e procedimentos internos adotados nos processos executados estão propícios para garantir eficiência e eficácia, bem como para que possam fornecer informações precisas e no tempo hábil, visando subsidiar os gestores da organização nas tomadas de decisões em prol do cumprimento de missões, objetivos e metas.
  • Um procedimento de confrontação entre uma situação encontrada contra um determinado critério, ou seja, a comparação entre um fato ocorrido com o que deveria ocorrer. É um exame imparcial e objetivo, cuja finalidade é assessorar à alta administração, através da avaliação contínua e/ou periódica da eficiência e eficácia dos processos de negócio e controles introduzidos nestes, com a finalidade de assegurar informações precisas e sugestões efetivas para o adequado gerenciamento corporativo. Trata-se de uma ferramenta de apoio à gestão.
  • Um reflexo da necessidade que os administradores têm em assegurar que os controles e procedimentos internos adotados nos processos executados sejam suficientes para garantir eficiência e eficácia, visando subsidiar os gestores nas tomadas de decisões em prol do cumprimento de missões, objetivos e metas, assegurando a melhoria das operações e controles, o gerenciamento de riscos e a aplicação da governança corporativa.

A  Escola de Auditoria e Governança Corporativa disponibiliza treinamentos nas modalidades: presencial, incompany, online ao vivo, sobre auditoria em processos de Contas a Pagar, Contas a receber, Estoques, Logística Interna, Controle de Bens Patrimoniais dentre outros.

Visite  o site www. Escola de auditoria.com.br e conheça nossos treinamentos corporativos focados em auditoria interna que atendem às atividades públicas e privadas.

Ibraim Lisboa

Previous O que muda na Auditoria Interna com a nova Lei da Terceirização
Next Boas Práticas para Implantar a atividade de auditoria interna em uma organização.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *